Segundo Ele, Outras Medidas Também Foram Tomadas Ao Longo De 2017, Como Renegociação De Contratados Com Fornecedores, Corte Em Horas Extras E Auditoria Na Concessão De Benefícios.

Fotos: Jeferton Carvalho De acordo com Carvalho, em um prédio de quatro andares com 16 apartamentos (com um ponto de recepção para cada um deles) o preço de instalação da antena e do amplificador gira em torno de R$900. Para os casos em que nem todos os moradores desejem ter o ponto para a recepção do sinal digital, o preço da instalação é de cerca de R$ 500 (antena e amplificador) acrescido de R$ 120 por apartamento que receber o ponto individual. Nos condomínios com mais de um bloco, o antenista recomenda a instalação de uma antena coletiva e um amplificador para cada um deles. Mesmo com a troca da antena, os televisores devem ter conversor digital integrado para que possam receber o sinal digital. Caso a televisão seja de tubo, será necessário instalar um conversor externo. TVs de LCD, Plasma ou LED fabricadas antes de 2012 também têm chances de não receber o sinal digital. Essa informação pode ser encontrada no manual do produto. Até o fim de 2018, a transmissão analógica será desligada em grande parte do Brasil. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) determinou que o prazo final de desligamento em todo o país será 31 de dezembro de 2023. A transição está sendo feita de maneira gradual, com datas-limite para a mudança em cada região.

O primeiro se refere à caminhada em trilhas já existentes. O segundo é praticado em locais que não têm trilha definida e pode ser preciso o uso de mapas e bússolas. Em Curitiba, os caminhos em meio à natureza são muitos, desde os parques da capital até à Região Metropolitana. Praticamente todos os municípios da Grande Curitiba têm opções de trilhas. Em São José dos Pinhais, a 16 quilômetros de Curitiba, existem vários caminhos e muito espaço para caminhadas. Mais informações em www.sjp.pr.gov.br/turismo . A bicicleta permite percorrer grandes distâncias e Curitiba tem quase 200 quilômetros de malha cicloviária. As ciclovias ligam os principais parques da cidade e podem levar você para os atrativos turísticos mais conhecidos. Outra opção é o município de Piraquara, a pouco mais de 20 quilômetros de Curitiba.

Prefeito de São José dos Pinhais reduz próprio salário, de secretários e de comissionados O corte de 10%, que passa a valer em janeiro de 2018, também atinge as funções gratificadas concedidas aos servidores. São José dos Pinhais (Foto: Prefeitura de São José dos Pinhais/Divulgação) O prefeito de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Toninho Fenelon (PSC), sancionou uma lei que reduz em 10% o próprio salário, do vice-prefeito, de secretários e de cargos em comissão. O corte também atinge as funções gratificadas concedidas aos servidores. A publicação ocorreu na edição do dia 2 de janeiro de 2018 do Diário Oficial do municípío. A medida, que já passa a valer para os vencimentos de janeiro, deve gerar economia anual de R$ 4 milhões – cerca de 0,5% da receita do município estimada para este ano. A redução atinge, além do prefeito e vice, 21 secretários e outros cerca de mil servidores, entre comissionados e funcionários que recebem função gratificada. Confira quanto recebe e quanto vão receber: Prefeito: de R$ 31.401,41 para R$ 28.261,27 Vice-prefeito e secretários: de R$ 15.700,70 para R$ 14.130,63 Conforme o prefeito, a medida foi tomada porque o município ainda sente o reflexo da crise na arrecadação. "A crise econômica que sentimos em 2017 já dava sinais de que em 2018 não seria diferente", diz. Segundo ele, outras medidas também foram tomadas ao longo de 2017, como renegociação de contratados com fornecedores, corte em horas extras e auditoria na concessão de benefícios. Dados da prefeitura apontam que a receita do município registrou queda em 2017 depois de crescer por 25 anos consecutivos.

são josé dos pinhais