“eles Tem Procurado Criar Uma Programação Que Trata Das Possibilidades Do Corpo E Do Gênero”, Explica Leandro.

Leia também: Saiba como ser avisado sobre os desligamentos programados de energia da Copel No sábado (3) e no domingo (4), a temperatura segue amena no Litoral do estado com mínima de 19ºC e máxima de 27ºC. Já em Curitiba, as temperaturas devem cair com a mínima prevista de 13º, a menor registrada desde o início de 2018. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a menor temperatura em Curitiba até agora foi de 14,4°C no dia 4 de janeiro. De acordo com o Simepar, a variação nas temperaturas na região é resultado do fluxo de umidade que se desloca do oceano, aumentando a concentração de nuvens na região. Além disso, não há previsão de chuvas significativas no estado. Apenas chuviscos pela manhã no Litoral. A condição para esta sexta é semelhante no Oeste do Paraná, com nebulosidade variável durante todo o dia devido a um fluxo de umidade que ingressa através do Paraguai e do Mato Grosso do Sul.

O tradicional festival de teatro começa daqui há dois meses, no dia 27 de março, e terá outras atrações de peso como a peça Grande Sertão: Veredas, dirigida por Bia Lessa e estrelada por Caio Blatt e também a peça Dinamarca do grupo de teatro contemporâneo do Recife, o Magiluth que faz uma releitura contemporânea de Hamlet de Shakespeare. O grupo paulistano Titãs, entrou ano passado nos estúdios da Universal Music para gravar o álbum com músicas inéditas, que compõem o repertório da primeira ópera-rock da discografia da banda. A ópera-rock vem sendo desenvolvida pelos três compositores e músicos com os dramaturgos Hugo Possolo e Marcelo Rubens Paiva desde o início de 2017. Três músicas que compõem o trabalho, como 12 flores amarelas, A festa e Me estuprem já estão sendo testadas pela banda em shows. Segundo o diretor do festival Leandro Knopfholz, a programação completa deve ser apresentada na primeira quinzena de fevereiro.Temas como os limites do corpo e identidade orientam a curadoria do festival que segue a cargo dos premiados atores e diretores Guilherme Weber e Márcio Abreu. “Eles tem procurado criar uma programação que trata das possibilidades do corpo e do gênero”, explica Leandro. A dupla Weber e Abreu assinou a curadoria do festival no triênio 2016-2018 e usa como mote a frase “Só interessa o que é meu”, retirada de um texto de Oswald Andrade (1890-1954) para dar um “olhar politicamente provocativo” à programação.

curitiba